Pode ser naquele jantar. Pode ser no cinema. No banco de trás. Naqueles momentos em que alguém nos pede muito que olhemos no fundo dos olhos. Pode ser até em casa, em filmes de sofá. Pode ser quando estamos em família, entre borgas e mimos. Quando todo o mundo está on line, talvez faça alguma diferença estarmos off line. Em rede com a vida.

(Uma ideia, uma utopia de Ingrid Zweiffel, para ver AQUI)

About these ads