Porto a dois

Ela estudou em Praga, desenha a olhar a cidade acima do rés-do-chão e por cima das montras e diz que Lisboa é África e o Porto Europa. Ele deu-nos o Porto sentido. Não só a canção, mas tudo o que escreveu sobre a cidade, sua alma e coração, com bairrismo e sem cagança. Carlos Tê e Manuela Bacelar juntaram-se em «Cimo de Vila» (edições Afrontamento) para escrever e ilustrar o Porto como se olhassem para dentro da nossa infância, dos nossos pequenos mundos, das nossas memórias sofridas e abraçadas, da nossa realidade e imaginários, onde continuam a caber todas as nossas melancolias e sonhos. Que tal conversar com eles, hoje, às 17 horas, na Comunidade de Leitores da Almedina do Arrábida Shopping?

About these ads

2 thoughts on “Porto a dois

  1. Pô Miguel….como é que eu posso suportar uma foto dessas sem morrer um pouco de saudade e banzo dessa cidade que eu amo tanto? O Porto me “causa algo” que nunca senti por nenhum outro lugar no mundo…Fazer o que?

  2. Não resisti a copiar a foto e a declarar – no meu espaço – todos os sentimentos que ela me causou, numa tarde de chuva, perdida a trabalhar num espaço fechado…
    Bela imagem!

Deixar uma resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

WordPress.com Logo

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Log Out / Modificar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Log Out / Modificar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Log Out / Modificar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Log Out / Modificar )

Connecting to %s